Encontro com a Mãe Divina

anandamayiNosso Gurudev, durante sua estadia em Puri foi abençoado pelo contato com a santa Anandamayi Ma. Esta é a narrativa do primeiro de muitos outros encontros:

Vestido com sua calça bem passada, camisa, casaco, óculos e chapéu na cabeça, saiu para as ruas de Swargadwar.  Durante sua estada de vários meses, ele se familiarizou bem com as ruas da cidade e não precisava mais perguntar a ninguém sobre onde encontrar a residência de Anandamayee Ma. Quando chegou calmamente abriu o portão do ashram e entrou nas instalações.

De longe, Ma o viu e gritou: “Olhe! Veja! Meu Sahib Baba está chegando! ” E seus devotos curiosos começaram a olhar para ver quem estava lá. Ao ver Rabi, pensaram que talvez um jovem europeu estivesse vindo visitar a Mãe. Ma veio em direção à porta.  Rabi   tirou os sapatos do lado de fora e os deixou lá e, educadamente, entrou na sala onde ela estava em pé.

Ele deu uma olhada silenciosa na mãe. “Que coincidência!  pensou, “Ela é a mesma que eu vi no sonho.” Humildemente curvou-se aos seus pés como se fosse a realização da Mãe Divina. Com uma explosão de amor puro, ela levantou-o e o abraçou com sua natureza materna. Ma sentou-se e Rabi também sentou-se na sua frente. Um momento de silêncio se seguiu. Então a mãe sorriu e falou em bengali: “Meu Sahib Baba, por que você está quieto? Você não vai cantar uma música para mim?

Rabi fez uma pausa. “Como ela poderia saber que eu sou um bengali e sei cantar?” Ele então quebrou o silêncio e cantou um Shyama Sangit (canções de Shyama, Kali) sakali tomari iccha Ichha mayi tara tumi: “Tudo é o Seu desejo, ó Mãe Divina, Você é a Personificação dos Desejos. ”

anandamayiSua voz melodiosa criou uma atmosfera emocionante e a mãe sentou-se, balançando, com os olhos fechados. Outros discípulos tiraram os instrumentos musicais e acompanharam seu canto. Quando a música terminou, a mãe pediu que ele cantasse outra. Assim, ele cantou mais algumas músicas. A mãe estava em estado de êxtase. Rabi estava em estado de pura felicidade.

A mãe perguntou sobre seu sadhana. Rabi, educadamente, respondeu sua pergunta. Ela deu alguns conselhos práticos sobre a vida espiritual. Depois disso, convidou-o para que ficasse para o almoço e ele aceitou como uma criança obediente. Quando terminaram o almoço, Rabi se despediu.  A mãe o instruiu a vir até ela todos os dias enquanto estivesse em Puri e ele sorriu e partiu em um estado alegre e reflexivo.

Quando saiu pensou:  “Quem é ela? Ela é realmente a Mãe Divina? A Divina Mãe está presente em todos, mas se manifesta em poucos. Eu nunca havia sentido tal derramamento de amor e felicidade de ninguém. Ela é tão infantil e doce!  Como esse estado infantil pode vir a mim? Nada é impossível para a Mãe Divina”.

Mentalmente, continuava se curvando para a mãe Kali e pensando em seu maravilhoso sonho, bem como na experiência onírica do dia inteiro. Ficou imensamente grato à Mãe Divina, sua divindade escolhida (ishta devi).

anandamayi

 

13 citações de Sri Anandamayi Ma

 

  1. Em cada respiração tente estar sempre em comunhão com Ele através do Seu nome.
  2. Se você adora Cristo, Krishna, Kali, Alá, ou Brahma, você realmente adora a única Luz, que também está em você, uma vez que Ela permeia todas as coisas.
  3. O verdadeiro silêncio significa que a mente não tem mais nenhum lugar para ir.
  4. O desejo pessoal é a própria causa do sofrimento.
  5. Um golpe severo de destino o levará a Deus. Esta será apenas uma expressão da Sua Misericórdia. Por mais doloroso que seja, é devido a esses golpes que aprendemos as lições.
  6. Quando você busca a propriedade de um jardim, você se sente infeliz. Seja o jardineiro em vez de tentar ser o proprietário, e então você se sentirá feliz.
  7. Somente as ações que alimentam a natureza divina do homem merecem o nome da ação, todas as outras são mero desperdício de energia.
  8. Só quando você entrega tudo para Aquele que é a própria Fonte da Paz você pode esperar a Paz
  9. Trate com igual amor todas as pessoas com quem você tem relações. Assim, o abismo entre “eu” e “tu” será preenchido.
  10. Concentre-se na respiração, isso proporcionará um controle sobre a mente impedindo que ela se desloque para os objetos externos.
  11. Você só terá paz quando puder se elevar acima dos desejos mundanos.
  12. Pergunta: Qual é o seu trabalho?
    Sri Ma: Não tenho trabalho. Para quem Eu posso trabalhar uma vez que existe apenas Um?
  13. Sem amar a Deus, você não chegará a lugar algum. Lembre-se disso em todos os momentos.

 

anandamayi

 

 

Jai Ma!

 

Referencias

Extraído do livro, At Thy Feet, Paramahamsa Hariharananda in Puri, de Paramahamsa Prajnanananda

 

Citações e imagens

http://misticismonaturalmn.blogspot.com.br/2017/07/60-citacoes-de-ananda-mayi-ma.html

https://en.wikipedia.org/wiki/Anandamayi_Ma

https://viagensculturais.wordpress.com/2012/06/18/a-radiante-mestra-sri-anandamayi-ma-india/

https://auromere.wordpress.com/2012/04/20/sri-aurobindo-and-the-mother-on-anandamayi-ma/